sábado, 13 de dezembro de 2014

APROVADOS NO EXAME DE FAIXA 14/12/2014

APROVADOS NO EXAME DE FAIXA:


Para Faixa preta,

Para faixa preta de Salles Kickboxing
Suely Kubo Salles - Aprovado



Para faixa preta de Salles sougou Kakutougi - MMA
Paulo Tsurushima - Aprovado



Para faixa amarela de Salles Kickboxing

Marcelo Yoshikawa - Aprovado
Cristiane Melo de Souza - Aprovada


Para exame de faixa azul Salles Sougou Kakutougi MMA

Matheus Koga - Aprovado

___________________________________________________


Parabéns aos aprovados no exame de faixa.

Avaliadores

Mestre - Sandro Salles
Professor - William Gonçalves

Data do exame:  14/12/2014


segunda-feira, 3 de novembro de 2014

sábado, 1 de novembro de 2014

Curso de Primeiros Socorros em Toyohashi-shi - Japan.

Curso de Primeiros Socorros em Toyohashi-shi - Japan.








sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Salles Sougou Kakutougi® e PowerFit™ camisetas 04/10/2014

Salles Sougou Kakutougi® e PowerFit™ camisetas 04/10/2014









terça-feira, 12 de agosto de 2014

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Cuidados com seu Kimono 11 dicas.

Como cuidar de seu Kimono (dogi)



1. ESCOLHA O KIMONO CERTO DE ACORDO COM A MODALIDADE
Em primeiro lugar, lembre-se que cada o kimono atende a sua modalidade específica de acordo com as regras de cada esporte (Jiu-Jitsu, judô, karatê etc.). Assim, opte por um que seja compatível com a sua prática.


2. O TAMANHO CERTO DO KIMONO
“Procure um tamanho que se ajuste à sua altura e proporções. Kimonos pequenos ou grandes demais vão prejudicar o seu desempenho”. Veja nossa sugestão de tamanho, baseado em idade e altura:
 As medidas são preditivas.

M0 15Kg a 25Kg 1,15 a 1,20
M1 25Kg a 35Kg 1,20 a 1,30
M2 35Kg a 50 Kg 1,40 a 1,50
M3 50Kg a 55Kg 1,50 a 1,60
M4 55Kg a 60Kg 1,60 a 1,70

A1 até 75 kg 1,60 a 1,70 
A2 até 85 kg 1,70 a 1,80
A3 até 95 kg 1,80 a 1,90
A4 até 120 kg 1,90 a 2,00


Obs.: Se você está acima do peso ou tem abdômen e/ou peitorais muito desenvolvidos escolha uma calça do seu tamanho com um Vagui (paletó do kimono) um número acima, o inverso também se aplica se o seu maior volume for nas coxas e glúteos, prefira um vagui de seu número com uma calça um número acima.




3. O TECIDO ADEQUADO
Kimonos de Jiu Jitsu tem diferentes tecidos e, desse modo, a sua escolha deve ser feita de acordo com o que você vai exigir dele.

Dica: "Os kimonos confeccionados com 100% de algodão são mais resistentes e não alérgicos. Kimonos fabricados com tecidos não tingidos (ou seja, aqueles do tipo cru) sofrem encolhimento prematuro e acentuado por não terem sido submetidos a nenhum processo químico".

Tecido  Gramatura 410g é o preferido por muitos para competições já que é ser super leve e resistente e os atletas devem se pesar com o kimono vestido.

Seu tecido leve e maleável o torna ideal para iniciantes que querem aprender as tecnicas e movimentos do Jiu jitsu com maior facilidade assim como também é ideial para treinos em dias quentes, porem, se você treina todo dia vai precisar de pelo menos 2 kimonos para poder lavar entre os treinos.

Tecido: Gramatura 500g - Este é um kimono intermediário que não é feito para treinos leves e iniciantes, é um kimono um pouco mais pesado e resistente que começa a dificultar um pouco a pegada de seu oponente e te dá mais aderência ao tatame por causa de seu peso extra.

Tecido: Gramatura 550g é um Kimono peso pesado, o preferido de alguns campeões mundiais de peso absoluto. Indicado para quem treina com frequência e geralmente com oponentes de pegada forte, este kimono oferece mobilidade e resistência como nenhum outro.

4. TENHA KIMONOS SUFICIENTES PARA O SEU RITMO DE TREINO
Não existe mágica, se você treina mais de uma vez ao dia ou mais de um dia na semana, seu kimono de jiu jitsu não secará a tempo do próximo treino e naturalmente ficará sujo e desgastado. Um kimono pra você será pouco! Com apenas um kimono você poderá treinar a semana inteira (lavando-o no final de semana), para treinos mais intensos tenha no mínimo 2 kimonos, e intercale a utilização dos mesmos.

5. SEU KIMONO DE JIU JITSU DEVE SER LAVADO SEMPRE
O suor é ácido úrico, altamente corrosivo ao tecido do kimono de jiu jitsu, o suor é mais maléfico do que alvejantes, cloro e similares, por isso, recomendamos a lavagem do kimono toda semana, nos intervalos das lavagens estenda-o em local arejado, deixando-o aberto para melhor ventilação, tornando deste modo a evaporação do suor mais eficiente.



6. CUIDADO COM O USO DE PRODUTOS QUÍMICOS
Não utilize alvejantes, cloro ou similares na lavagem do kimono, pois com estes produtos o tecido do kimono diminuirá a sua vida útil, perdendo resistência e ficando suscetível a rasgos. Lavar com os produtos certos é tão importante quanto lavar o kimono.


7. UTILIZE AGUA FRIA PARA LAVAR SEU KIMONO
Lave seu kimono de jiu jitsu pelo avesso, sempre com água fria, pois água quente ajuda fixar sujeira e manchas de sangue.


8. COMO SECAR O KIMONO DE JIU JITSU?
Não coloque o seu kimono para secar ao sol, seque sempre a sombra e em local ventilado, o calor faz com que as fibras enrijeçam, fique com o aspecto áspero, podendo deixar marcas no atleta ao utilizá-lo nos treinos, o calor também faz com que o kimono encolha com maior facilidade.

9. PODE-SE UTILIZAR AMACIANTE NA LAVAGEM DO KIMONO
Você poderá usar amaciante, mas dê preferência aos de composição neutra. Imagine você chegar para treinar com o kimono de jiu jitsu com cheirinho de flor do campo ou então orvalho do dia?  

10. CUIDADO COM AS MAQUINAS DE SECAR
Evite secar o seu kimono em secadoras, elas podem provocar o encolhimento do mesmo.

11. NAO ABAFE O KIMONO SUADO
Nunca deixe o seu kimono sujo dentro do porta malas do carro, jogado num canto da casa, ou dentro da mochila de treinos. Com o kimono abafado e sujo, o cheiro ficará insuportável, além de ser terreno fértil para proliferação de bactérias.(fonte:keiko)

sexta-feira, 7 de março de 2014

Cardio-Kickboxing e Kickboxing Team.


Salles Sougou Kakutougi

Cardio-Kickboxing e Kickboxing Team.

High-Intensity Interval Training
(Treino Intervalado de Alta Intensidade).


Está sem tempo para emagrecer? Pois, trate de arregaçar as mangas, calçar os seus tênis e ir à luta! Pesquisas indicam que o HIIT, sigla inglesa para High-Intensity Interval Training, ou em português Treino Intervalado de Alta Intensidade, promete uma série de benefícios à saúde e à boa forma gastando pouco tempo. Como essa mágica é possível?


1 - As sessões podem durar apenas quatro minutos segundo alguns métodos, mas o normal é algo entre 20 e 30 minutos. Logo, qualquer pessoa pode encaixá-lo na rotina.


2 - Durante este tempo os praticantes se submetem a explosões curtas de exercícios, intervalados por períodos de descanso ou atividades mais leves. Dar tudo de si em pequenas doses confere alguns benefícios que o exercício contínuo e mais lento não é capaz de entregar – ou até entrega, mas em um prazo bem maior.


3 - O HIIT mostra resultado rapidamente – é o que sugere, por exemplo, um estudo publicado no American College of Sports Medicine Annual Meeting, em 2011, onde constatou-se que duas semanas de treino intervalado de alta intensidade equivalem, para o sistema aeróbico do indivíduo, a seis ou oito semanas de exercícios convencionais.

4 - Outros estudos sustentam que, em relação à perda de peso, essa eficiência em um espaço menor de tempo também é verificada (e sem afetar os músculos!), bem como na melhoria da saúde cardíaca e no metabolismo: até 24h depois do treino ele ainda surte efeito positivo no organismo.

5 - A grande vantagem do HIIT é utilizar os benefícios do efeito EPOC, que é o consumo aumentado de oxigênio pós-exercício. Quando você treina pra valer, o corpo demora várias horas para voltar ao seu estado normal. Durante esse tempo o metabolismo continua acelerado e, com isso, mais calorias são gastas durante o resto do seu dia.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Tudo sobre o jab - Everything about the jab !

Tudo sobre o  jab - Everything about the jab !


Introdução.

O boxe científico iniciou exatamente com a invenção de um estilo de luta dando preferência aos golpes retos em vez de golpes curvos. Essa passagem ocorreu recentemente, com James Figg, lá por cerca de 1720, ao adaptar os golpes retos da esgrima com florete para a luta com os punhos, criando assim o jab.

Partindo dessas observações vamos colocar aqui os méritos de se usar o jab em uma luta e suas vantagens. 

  1. O jab é um golpe simples e efetivo.  

Até mesmo um principiante é capaz de aplicar facilmente (se traduza com muito treino) obviamente se for ensinado de maneira correta e principalmente aprender a socar em linha. Para um boxeador mais experiente que já domina sua aplicação com todos os detalhes feitos perfeitamente, o jab pode ser tão contundente quanto um direto.

2.     O jab é um golpe que não desgasta sua resistência.

Se usado de forma correta o jab pode ser usado para marcar o ritmo, distância e como proteção, por sua um movimento que não despende muita força o boxeador pode trabalhar com o jab sem correr o risco de sua resistência ser minada.

3.     Com o uso do jab podemos nos movimentar.

Com uso do jab a movimentação não fica travada e mesmo que imediatamente após e durante a execução do jab, já temos condições de nos movimentarmos de forma lateral, frontal ou mesmo recuando, o que não acontece com os demais socos.

4.     O jab é um soco seguro.

Sua aplicação pouco compromete a nossa guarda. Nisso está entendido que após sua aplicação recolhemos imediatamente o braço sem deixa-lo cair.
Essa caída bastante comum foi um grave defeito de Joe Louis, defeito este que foi explorado por Max Schmeling quando o venceu, impondo-lhe a única derrtoa que teve em treze anos de profissionalismo.

5.     O jab abre caminho para sequências.



Podemos explorar a segurança do jab para tentar abrir caminho para um soco mais forte ou mesmo para uma sequência mais varidada, também para explorar o ponto forte e fraco do adversário. Thomas Hearts foi um mestre nisso.


6.     O jab é um ótimo ingrediente para combinações.


Se usarmos combinações que iniciem com um jab ou mesmo terminem com um jab, estaremos atacando e recuando com poucas chances de sofrermos algum dano durante este processo. Essas combinações podem ser feitas com dois ou mesmo quatro golpes.


7.     O jab permite pressionar o adversário.


Todos os adversários se sentem muito incomodados com jabs colocados precisa e fortemente na sua guarda, variando a altura de queixo para testa além de pontuar vai desconcentrar o adversário.


8.     O jab é muito bom para quebrar ritmo.


Isso faz com que o adversário não consiga se posicionar forçando-o para outra postura e consequentemente não usara as sequencias treinadas anteriormente.


9.     O jab na psicologia.


O jab permite irritar o adversário, fazendo-o contra-atacar de qualquer jeito após ter seu ritmo quebrado na ânsia de devolver o golpe ou mesmo para com seu controle de distância.


10.  O jab permite estudar o adversário.



Podemos estudar a guarda do adversário como também seu movimento de pernas e esquivas. Atacando a parte de cima ou de baixo, com jab simples ou duplos para descobrir seu movimente seguinte o que provavelmente o fará durante a luta toda, assim nós preparamos um movimento onde sua defesa estiver enfraquecida.